Geneall.pt | Geneall.net | Índice | Fórum | Guarda-Mor | Livraria
FóRUM DE GENEALOGIA: Início / Regras / Ajuda / Registe-se / Alterar Dados / Contactos
TODAS AS SALAS Moderador
Arquivos
Bibliografia
Brasil
Cargos
Direito
Eventos
Famílias
Formação
Genética
Heráldica
Hispânia
Informática
Património
Pessoas
Regiões
Títulos
em:
Este tópico está disponível na(s) Sala(s): Famílias   Regiões  
Nota: para visualizar todas as mensagens deste tópico na mesma página utilize o modo expandido
Mensagens neste tópico Autor
rafael mião 29-08-2001, 12:01
rafael mião 29-08-2001, 20:31
rafael mião 04-09-2001, 23:08
rafael mião 05-09-2001, 16:09
rafael mião 05-09-2001, 22:05
rafael mião 09-09-2001, 21:15
rafael mião 11-09-2001, 00:01
rafael mião 17-09-2001, 16:33
rafael mião 17-09-2001, 21:56
jliberato 17-01-2003, 13:19
jliberato 17-01-2003, 13:12
golfinha 11-08-2012, 18:35
golfinha 11-08-2012, 18:38
rafael 12-08-2012, 19:42
golfinha 14-08-2012, 00:36
rafael 14-08-2012, 03:18
rafael 14-08-2012, 21:06
golfinha 15-08-2012, 19:05
Vieiraposo 01-10-2013, 15:15
rafael 22-10-2013, 18:27
jflfl 13-03-2004, 22:36
lucymurta 19-07-2010, 23:15
Cau Barata 05-09-2001, 21:49
rafael mião 05-09-2001, 22:47
RE: Ramos familiares(mesmo tronco). »
Cau Barata 05-09-2001, 23:19
doria_gen 15-03-2004, 13:15
doria_gen 15-03-2004, 14:57
Roserlândio 11-11-2013, 03:45
Lemauz 03-08-2006, 15:26
jguerreiro 18-09-2001, 15:03
rafael mião 18-09-2001, 20:00
rafael mião 18-09-2001, 21:15
rafael mião 18-09-2001, 23:12
rafael mião 21-09-2001, 00:55
rafael mião 21-09-2001, 15:33
rafael mião 23-09-2001, 13:06
rafael mião 23-09-2001, 13:41
rafael mião 24-09-2001, 22:58
rafael mião 25-09-2001, 17:55
rafael mião 25-09-2001, 23:22
rafael mião 26-09-2001, 16:40
rafael mião 27-09-2001, 16:47
rafael mião 28-09-2001, 23:18
rafael mião 29-09-2001, 19:34
rafael mião 05-10-2001, 15:34
rafael mião 10-10-2001, 16:47
zmcm 10-10-2001, 17:52
rafael mião 10-10-2001, 22:19
rafael mião 29-11-2001, 18:49
rafael mião 29-11-2001, 19:00
rafael mião 02-12-2001, 19:48
rafael mião 06-12-2001, 01:17
Manitu 16-02-2011, 04:21
ajtrigueir 16-02-2011, 14:50
Manitu 17-02-2011, 03:11
rafael 16-02-2011, 15:49
Manitu 17-02-2011, 03:03
rafael 09-07-2011, 17:49
correa 15-08-2011, 09:06
rafael 15-08-2011, 23:12
pcoliveira 18-09-2011, 00:27
rafael 18-09-2011, 02:54
tguerreiro 19-07-2013, 02:40
josemariaferreira 01-06-2004, 09:52
rgc 01-06-2004, 10:36
rgc 01-06-2004, 10:44
rgc 01-06-2004, 21:12
rgc 01-06-2004, 21:36
josemariaferreira 11-03-2004, 12:19
rgc 11-03-2004, 13:17
rgc 11-03-2004, 14:16
rgc 11-03-2004, 14:20
jflfl 13-03-2004, 22:40
rgc 14-03-2004, 16:58
josemariaferreira 26-05-2004, 17:30
rgc 26-05-2004, 19:21
josemariaferreira 02-06-2004, 12:58
josemariaferreira 02-06-2004, 13:20
josemariaferreira 02-06-2004, 13:26
josemariaferreira 02-06-2004, 13:36
rgc 21-06-2004, 01:52
rgc 21-06-2004, 02:49
jliberato 17-01-2003, 13:39
rgc 17-01-2003, 14:47
cmaldo 21-09-2001, 23:34
rafael mião 22-09-2001, 10:15
cmaldo 22-09-2001, 19:22
rafael mião 24-09-2001, 22:01
fsomr 06-12-2001, 13:31
rafael mião 06-12-2001, 14:01
ACB 20-11-2009, 22:58
rafael 21-11-2009, 23:18
Genea Portugal 17-02-2002, 19:23
cmaldo 18-02-2002, 22:24
jomimota 21-10-2009, 08:51
rafael mião 07-12-2001, 22:33
rafael mião 10-12-2001, 21:01
rafael mião 08-01-2002, 15:18
rgc 22-01-2003, 21:03
joaquimreis 24-01-2003, 17:21
rgc 24-01-2003, 18:48
rgc 14-05-2004, 03:07
S.João de Rei 14-05-2004, 08:36
rgc 14-05-2004, 15:30
rgc 27-05-2004, 23:27
rafael 30-08-2004, 17:52
melisa 30-08-2004, 20:10
rafael 30-08-2004, 21:29
melisa 30-08-2004, 21:54
josemariaferreira 30-08-2004, 22:14
rafael 30-08-2004, 22:57
Jpteixeira 31-08-2004, 02:19
rafael 31-08-2004, 18:04
artur41 31-08-2004, 18:28
Jpteixeira 31-08-2004, 19:09
rafael 31-08-2004, 19:01
rafael 31-08-2004, 20:14
PCC 31-08-2004, 18:49
rafael 31-08-2004, 19:55
rafael 09-09-2004, 14:30
montargil 19-02-2005, 00:24
rafael 17-03-2005, 16:09
facs 17-08-2006, 21:35

RE: Ramos familiares(mesmo tronco). 05-09-2001, 23:19
Autor: Cau Barata      [responder para o fórum]
CARLOS EDUARDO DE ALMEIDA BARATA

Rio de Janeiro, 05.09.2001

Caro Rafael Mião,

Em se tratando de pesquisa genealógica, e da grande idéia de lançar o tópico Ramos Familiares que, desde já, estou estendendo para Ramos Familiares, na relação Brasil-Portugal, não me restava outra emoção, que não fosse o entusiasmo de podermos elaborar esta grande página da história das famílias luso-brasileiras.

Assim, incrementando um pouco mais este tópico, segue os ramos que encontrei, por ora, da Família Gusmão, que espero ser útil para as suas pesquisas.

AGUIAR DE GUSMÃO - De Alagoas: Família estabelecida em Alagoas. A união dos dois sobrenomes teve princípio em Thomaz Coelho de Gusmão [c.1848, AL -], bacharel em Direito pela Faculdade de Recife (1873). Deixou geração do seu casamento, no Recife, com Joaquina Angélica Ribeiro de Aguiar [1851, Recife, PE - Recife, PE], irmã de Izabel Maria Ribeiro de Aguiar, de quem descendem os Aguiar Campello, de Pernambuco.

BUARQUE DE GUSMÃO - De Alagoas: ramo da família Buarque, de Alagoas. Importante família de abastados proprietários de engenhos de açúcar, estabelecida em Alagoas. A união dos dois sobrenomes teve princípio no sarg.-Mor Francisco David de Gusmão [c.1740- ?], filho de José Inácio de Lima e de Luzia Francisca Ribeiro de Gusmão, e por via desta, neto de Domingos Felipe de Gusmão, patriarca da família Gusmão Lira. Deixou numerosa descendência de seu casamento com Maria Benedita Buarque, filha do coronel Manuel Buarque de Jesus, patriarca desta família Buarque (v.s.), de Alagoas. A família Buarque de Gusmão, já teve, no século XIX, o seu genealogista, cujos estudos, inéditos, me foram fornecidos pelo Dr. Cid Buarque de Gusmão, um estudioso do seu ramo. Houve outro ramo desta família, com este sobrenome, procedente de Manuel Coelho de Gusmão [c.1780-], que foi segundo marido de Ana Joaquina Buarque, matriarca da família Buarque de Lima (v.s.), por seu primeiro, e filha do Coronel Manuel Buarque de Jesus, patriarca desta família Buarque (v.s.), de Alagoas. Deste último casal, foi filho, Antônio Buarque de Gusmão [1808, AL -], bacharel em Direito pela Academia de Olinda [PE-1839], Senhor do Engenho Santa Rita, em Maceió [1859].

GUSMÃO - Do Rio de Janeiro I: entre as mais antigas na cidade do Rio de Janeiro, registramos a família de Félix de Gusmão, nasc. por volta de 1591, e fal. antes de 1662. Deixou descendência de seu cas., c.1617, com Inez Ribeiro, nasc. c.1593, e fal. a 03.03.1662, no Rio de Janeiro, RJ. Deste casal descendem os Madeira de Gusmão.

GUSMÃO - Do Rio de Janeiro II: ainda, no Rio de Janeiro, registra-se a família de Alexandre de Gusmão, nasc. por volta de 1665, que deixou um filho natural, com Felipa, parda forra.

GUSMÃO - Do Rio de Janeiro III: ainda, no Rio de Janeiro, registra-se a família de Garcia Gusmão Muniz, fal. a 23.12.1657, na cidade do Rio de Janeiro. Casado com maria Tinoco, fal. a 27.07.1662, na Cidade do Rio de Janeiro.

GUSMÃO - Do Rio de Janeiro IV: anda no Rio de Janeiro, na região norte-fluminense, de origem portuguesa, registra-se a importante família do desembargador Manuel Carlos da Silva Gusmão, nasc. por volta de 1756, na Vila de Oeiras, Portugal, e fal. em 1807, na cidade do Rio de Janeiro, RJ. Procurador da Coroa, no Rio de Janeiro. Deixou numerosa e ilustre descendência, na região de Campos dos Goitacazes (RJ), do seu cas., c.1781, com Ana Rosa de Aguiar Cardoso. Entre os descendentes do casal, registram-se:
I - a filha, Maria Isabel de Aguiar Cardoso Gusmão [1796, Campos, RJ - 22.01.1870, Campos, RJ], que, por casamento, em 1814, na importante família Miranda, da região norte-fluminense, tornou-se, em 1847, baronesa de Abadia. DOCUMENTO [Óbito do baronesa de Abadia] - «Aos vinte e dois de Janeiro de mil oito centos e setenta, faleceu com o Sacramento da Extrema Unção e testamento a Baronesa da Abadia, branca, com a edade de 69 anos, mais ou menos, natural de Campos, fazendeira, proprietária e viúva do Barão da Abadia. Deixou seis filhos: Ana, Rita, Antônia, Mariana, Brasileira e Maria. Deixou netos, filhos do seu finado filho João. Foi amortalhada com hábito Carmelitano: encomendada solenemente e sepultada no Cemitério da Ordem Terceira de N. S. do Carmo.».
II - o filho, General José Manuel Carlos de Gusmão [25.03.1795 - 08.01.1858], Praça [14.09.1807]. Alferes [17.12.1815]. Tenente [06.02.1818]. Capitão [24.11.1820]. Major [28.05.1827]. Tenente-Coronel [18.10.1829]. Coronel [02.12.1839] e Brigadeiro [15.11.1846]. Comandante da Guarda Imperial, casado na família Verna (v.s.), do Rio de Janeiro; e
III - o neto, João Manuel de Souza, barão de Vila Flor, conforme vai descrito no título da família Souza, de Campos, região norte-fluminense do Estado do Rio de Janeiro.


GUSMÃO - Da Bahia: entre as mais antigas, registra-se a de Miguel Rodrigues de Gusmão [c.1638-?], Cavaleiro da Ordem de Cristo, que deixou geração dos seus dois casamentos: 1.º, com Maria da Silveira; e 2.º, com a viúva Maria de Souza [1644, BA0?], filha de Belchior de Teves Barreto, patriarca desta família Teves Barreto, da Bahia (Jaboatão, 570).

GUSMÃO - De São Paulo: distingue-se a importante família procedente do licenciado cirurgião do presídio de Santos, Francisco Lourenço, natural da Freguesia de São Pedro de Queimadela, termo de Guimarães, Portugal, filho de Pedro Lourenço e de Domingas Gonçalves, naturais de Portugal. Passou a São Paulo, estabelecendo-se em Santos, onde deixou geração do seu cas. com Maria Alves [ou Alvares], natural de Santos, filha de Antônio Alves, natural de Portugal de Maria Gomes. Neta materna de João Gomes Villas-Bôas e de Maria Joana. Entre os descendentes do casal, registram-se:
I - o filho, o famoso aviador Bartolomeu Lourenço de Gusmão [Santos, SP - 18.11.1724, Toledo, Espanha], denominado Voador, por ter sido o inventor de uma máquina aérea com que se fez experiência em Lisboa a 05.08.1709, na presença do Rei e da Corte. Membro da Academia de História, criada por D. João V, cônego, lente de prima e matemáticas na Universidade de Coimbra (Azevedo Marques, Apontamentos, I, 57);
II - o filho, Padre Simão Alves, jesuíta;
III - o filho, padre Inácio Rodrigues, jesuíta;
IV - o filho, fr. Patrício de Santa Maria, franciscano;
V - o filho, padre João Alves de Santa Maria, carmelita;
VI - a filha, Joana Gomes de Gusmão, natural de Santos, que se distinguiu por atos de piedade e devoção. Transferiu sua residência para a então Vila do desterro, Santa Catarina, onde fundou, no começo do século XVIII, a capela do Menino Deus, um dos importantes templos daquela povoação. Ficou vulgarmente conhecida pelo nome de - Irmã Joana (Azevedo Marques, Apontamentos, II, 19);
VII - a filha, Maria Gomes, natural de Santos, de quem descendem alguns Silva Gusmão, de Santos, por seu cas. com Geraldo da Silva, natural de Vilar de Frades, freguesia de Madalena, comarca de Barcelos, filho de outro Geraldo da Silva e de Maria da Rocha; bisneto de João da Silva e de Ana Viegas, que era filha natural do Padre João Viegas, que foi abade da freguesia de Sequiade, termo de Barcelos;
VIII - o filho, Alexandre de Gusmão [Santos - 31.10.1753, Lisboa], formado em Direito na Universidade de Coimbra. Secretário da Embaixada portuguesa na corte de Luiz XVI. Rejeitou a dignidade de príncipe romano, oferecida pelo papa Benedito XIII. Foi homem de Estado na corte de D. João V e muito considerado pela sua ilustração e talento. À sua habilidade diplomática deve-se o tratado de 13.01.1750, celebrado entre Portugal e Espanha, pelos quais se fixaram os pontos capitais da linha divisória entre as pocessões dos dois países na América Meridional. Quando embaixador de Portugal junto à Santa Sé, obteve para D. João V o título de Fidelíssimo e a criação do patriarcado para o arcebispado de Lisboa (Azevedo Marques, Apontamentos, I, 7); e
IX - o neto, Teotônio da Silva Gusmão [Santos, SP -], bacharel em Direito, pela Universidade de Coimbra, com leitura de bacharéis [1740]. Intendente da Fazenda, no distrito dos Tocantins, então Goiás [1732-1739].

GUSMÃO - DA Paraíba - ramo dito Cristãos Novos: registra-se, Felicitas (Uchôa) de Gusmão, parte de cristã-nova e moradora na cidade de Paraíba (João Pessoa). Saiu no auto-de-fé de 1732 (Wolff, Dic., I, 87).

GUSMÃO LIRA - Antiga e importante família de origem portuguesa, de abastados proprietários de engenhos, estabelecida em Alagoas e Pernambuco. Teve princípio no Dr. Domingos Fellipe de Gusmão, nat. de Tavira, Portugal, filho de Teresa de Jesus de Gusmão, neto mat. de Ana Rosa de Gusmão, e bisneto materno de Gertrudes Rosa de Gusmão. Médico pela Universidade de Coimbra. Passou a Pernambuco, onde deixou numerosa descendência (dezoito filhos) do seu cas., em 1696, no Recife (PE), com Maria Tavares de Lyra, bisneta de Balthazar Afonso de Lyra, patriarca desta família Tavares de Lira, de Pernambuco. Foram quarto avós de Manuel Messias de Gusmão, nat. de Alagoas, bacharel em Direito [PE-1869]. Senhor do Engenho Castanha Grande [1877], e senador na República [1892].

Linha natural dos Gusmão Lira: Felipa Joaquina de Gusmão [c.1740- ?], neta do patriarca de Domingos Felipe de Gusmão (acima citado), faleceu solteira, deixando um filho natural, havido com o Dr. Alberto de Almeida do Amaral, Cavaleiro Professo na Ordem de Cristo.
O capitão-mor Francisco Manuel da Silva Gusmão, bisneto de Domingos Felipe de Gusmão (acima citado), foi casado, c.1780, com sua prima, Maria Inácia Tavares de Lyra, descendente de Baltazar Afonso de Lyra, patriarca da família Tavares de Lira, de Alagoas e Pernambuco. Esta matriarca, não tendo filhos deste casamento, adotou e criou um filho natural de seu marido, o capitão-mor Francisco Manuel, havido com «Chica Sertaneja». Este filho, de nome Joaquim da Silva Gusmão, tornou-se herdeiro de toda a fortuna de seu pai e de sua madrasta, para poder se casar com uma parente sua e sobrinha de sua madrasta: Maria Inácia Lyra de Gusmão, que se casou contra sua vontade.

Nobreza Titular: Maria Cluadina de Gusmão Lira [-12.08.1903], por seu cas. com um membro da família Holanda Cavalcanti, de Pernambuco, tornou-se a baronesa de Gindaí. Filha de Francisco Gusmão Lira e de Maria Claudina Lira. Deixou doze filhos.

MADEIRA DE GUSMÃO - Sobrenome de uma antiga família do Rio de Janeiro, procedente do Capitão Félix Madeira de Gusmão, fal. no Rio, de bexigas, em sua fazenda, em 1666. Filho de Félix de Gusmão. Deixou descendência, a partir de 1652, com Ana ... (Rheingantz, II, 501).

Um forte abraço,

Cau Barata
Utilizador:
Senha:

(Esqueceu a sua senha?)
Se pretende contactar o Moderador, clique aqui »
Responder a esta mensagem      Iniciar Novo Tópico
Assunto:
Mensagem:
Quero ser notificado quando responderem a esta mensagem..