Geneall.pt | Geneall.net | Índice | Fórum | Guarda-Mor | Livraria
Diogo Pinto de Freitas do Amaral
ANP 1964-pg. 861
ANP 2006-Tomo IV-pg. 868
CGVS-Arv. 55
GLP-pg. 39
Diogo Pinto de Freitas do Amaral
Pais
Casamentos
Santa Maria, Sintra 31.08.1965
Maria José Salgado Sarmento de Matos * 13.10.1943

Filhos
Notas Biográficas
  • Licenciado e Doutorado em Direito pela Faculdade de Direito de Lisboa, onde é Professor Catedrático. Presidente do Conselho Científico da mesma Faculdade.
  • Pós-graduado em Político-Económicas (1964).
  • Doutorado em Direito, Jurídico-Políticas (1967).
  • Professor catedrático.
  • Presidente do Conselho Científico da Faculdade de Direito da Universidade de Lisboa
  • Jurista.
  • Fundador e presidente do CDS.
  • Membro do conselho de estado.
  • Vice-Primeiro-Ministro (1980-82).
  • Ministro dos Negócios Estrangeiros (1980).
  • Ministro da Defesa Nacional (1981-82).
  • Presidente da Assembleia Geral da ONU (1995-96).
  • Presidente da União Europeia das Democracias Cristãs.
  • Candidato (pela AD) ás eleições para a Presidência da República, tangencialmente derrotado.
  • Autor de vários trabalhos de Direito, Política Interna e Externa, etc.
  • Grã-Cruz da Ordem de Cristo e Grã-Cruz da Ordem do Infante Dom Henrique.
  • Publicista, Escritor e Dramaturgo
  • Ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros (2005)
Cargos e Profissões
Cronologia
  • 19.07.1974
    Freitas do Amaral, Adelino Amaro da Costa e outras figuras públicas fundam o CDS-Centro Democrático Social.
  • 05.05.1977
    Freitas do Amaral sugere uma plataforma de convergência ao governo e aos "partidos da maioria presidencial".
  • 03.01.1980
    Diogo Freitas do Amaral assume a pasta do Ministério dos Negócios Estrangeiros.
  • 05.12.1980
    Assume a chefia do governo Diogo Freitas do Amaral.
  • 09.01.1981
    Cessa funções como chefe do governo Diogo Freitas do Amaral.
  • 03.03.1981
    Freitas do Amaral é eleito por unanimidade presidente da União Europeia da Democracia Cristã.
  • 27.03.1981
    Freitas do Amaral é reeleito presidente do CDS no decurso do seu 4º Congresso.
  • 26.04.1985
    Diogo Freitas do Amaral abandona o CDS para se candidatar às eleições presidenciais.
  • 26.01.1986
    Mário Soares e Freitas do Amaral passam à segunda volta das eleições presidenciais.
  • 31.01.1988
    Freitas do Amaral regressa à liderança do CDS.
Links Relacionados
Correcções / Actualizações