Geneall.pt | Geneall.net | Índice | Fórum | Guarda-Mor | Livraria
CLSA-pg. 15
DFP-pg. 251
Mendoça
História
É esta família um dos mais ilustres ramos da linhagem dos senhores e soberanos de Biscaia. Usa-se indiferentemente nas grafias Mendoça e Mendonça, sendo a primeira a mais correcta por corresponder à designação da vila de Mendoça (Mendoza, na grafia espanhola), cujo senhorio deu origem ao apelido.
Ao longo dos séculos e das gerações, passaram a Portugal diversos ramos desta linhagem que no nosso país vieram a ter grandes casas. Assim, Fernão Furtado de Mendoça passou ao nosso país na comitiva da Rainha D. Brites, segunda mulher de D. Afonso III, e aqui veio a casar na linhagem dos «de Resende», com ilustre descendência.
Da mesma família constituem outros ramos os Furtado de Mendoça, Mendoça Arrais, e outros Mendonças ainda se acolheram ao nosso país.
Parece estar a chefia dos Mendoça portugueses na Casa dos condes de Vale de Reis, duques e marqueses de Loulé.
Armas
Escudo franchado, sendo os primeiro e terceiro de verde, uma banda de vermelho, perfilada de ouro, e os restantes de ouro, um S de negro, o da dextra volvido. Timbre: uma asa de ouro, carregada com um S de negro.
Os Mendonças Furtados ou Furtados de Mendonça usam armas praticamente idênticas, só que com os dois S na posição graficamente correcta, e acrescentada à asa do timbre uma garra de ouro.
Títulos, Morgados e Senhorios
Cargos e Profissões
Ordens
Distribuição Geográfica